Nihility

Banda: Nihility

Titulo: “Thus Spoke The Antichrist

Editora: Black Lion Records

Data de Lançamento: 24.Maio.2019

Longe vão os tempos em que comparar a indústria musical sistematizada no nosso País com o resto do Mundo era terminantemente uma perca de tempo. O acesso alastrado às mesmas condições facilitou a germinação de agrupamentos tão bons ou melhores, faltando apenas a mesma exposição e requerida certificação Internacional. O álbum de estreia dos Nihility é mais um insigne paradigma da supremacia e evolução do nosso circuito.

Lacrado pela especialista Sueca Black Lion Records, “Thus Spoke The Antichrist” está diagramado com oito (8) músicas sofregamente aglutinadas em pouco mais de trinta (30) minutos, exteriorizando inúmeros argumentos na disciplina Death Metal matizada com alguma negritude. A apresentação discográfica do quinteto primitivo do Porto rastreia um som antigo mas contemporâneo, e galante para diversos nichos de mercado.

A subversiva entrada com “Indulge Self Restrain” preconiza a escuta até ao desenlace apoteótico com a selvagem “Prophecy Of Denial”. Com ostentação no old school Death Metal, o registo discorre um sumptuoso trabalho de guitarras em “Thus Spoke The Antichrist”, e tinge com Black Metal a penúltima “Abeyance Of Own”. A voz assustadoramente impactante partidária com uma técnica complexa respeitável está concretizada numa excelente produção, e posiciona a banda na vanguarda do movimento Nacional.

Sem termos ainda completado o primeiro semestre do ano, esta específica e circunscrita actividade respira – muita – saúde assegurando uma vez mais que podemos lutar de igual para igual saudavelmente com outros nomes Internacionais.

Pontuação: 8,5/10

Por: Mário Filipe Pires

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.