Grand Magus

Banda: Grand Magus

Título: “Wolf God”

Editora: Nuclear Blast

Data de Lançamento: 19.Abril.2019

Já combinaram todos os estilos e géneros de música desde Blues, Hard Rock,Epic Heavy Metal e mesmo Doom, no entanto e com uma carreira que já conta vinte anos, os Grand Magus fazem-no bem.

Temos algumas partes mais pesadas que sobressaem neste álbum, começando no entanto um pouco aquém das expectativas com “Gold and Glory” num registo algo que suave, apenas instrumental e sem novidade. “Wolf God” faixa que dá título ao álbum é a seguinte que mantem um registo algo que discreto com sonoridade pouco evidenciada. “A Hall Clad in Gold” começa a elevar a fasquia de som com algo mais representativo ao género. “Brother of the Stom” já nos traz um som que nos transmite algo mais forte com um sentido sincero seguido da “Dawn offire” que nos mostra mais o som que, falo por mim, estava à espera vindo desta banda. Um início pacífico que depois nos dá sérios riffs de guitarra e esforços instrumentais bem conseguidos. “Spear Thrower” começa a toda a velocidade e tem um excelente solo de guitarra sempre com a bateria a bombar. Posso evidenciar JB Christoffersson o vocalista que tem uma prestação notável. “To Live and Die in Solitude” mantem o mesmo ritmo, com uma brilhante guitarra bem dedilhada, perfeitamente acompanhada pelo baixo de Fox Skinner.

“Glory to the Brave” já nos dá uma outra versão de som, com umaintrodução épicada guitarra deixando uma aura heroica bastante forte. “He sent the mall to hell” é a faixa que segue numa musica a puxar mais para o puro Rock ‘n Roll com versos simples e refrão que fará sucesso nos concertos ao vivo, é uma das faixas mais curtas no álbum.

A última e décima faixa “Untamed” deixa o som que definiria os tempos passados da banda, com guitarra bem dedilhada num som muito cativante e a bateria de Ludwig Witt que se juntou à banda em 2012, num ritmo sempre a abrir.

Será um álbum obrigatório para os fãs da banda, é um álbum bem-sucedido e tem alguns pontos mais fortes e que permanecem no ouvido. Apresenta elementos Heavy Metal e algum Heavy Doom no entanto os sérios riffs de guitarra são o que preenchem o álbum e estão em evidencia no entanto não nos podemos esquecer que é um álbum feito por veteranos que pretendem cimentar a sua forma de fazer música. Vale a pena ouvir.

Pontuação: 7,5/10

Por: Paula Pedroso

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.