Sylvan Circle

Entrevista Sylvan Circle

Por: Virginia Correia

Hintf: Muito obrigado por aceitares esta entrevista. O que é Sylvan Circle, qual é o conceito por trás do artista e da música?

Sylvan Circle é um projecto a solo, por isso eu sou o único membro e compositor. Eu também faço toda a gravação e produção. O núcleo do projecto é a auto expressão. É basicamente um escape, a minha forma expressão. É a única maneira na qual eu me sinto realmente confortável expor os meus sentimentos, por isso as músicas reflectem sempre o que eu estou a passar e nível pessoal. Pode nem sempre fazer sentido, mas nem sempre é preciso fazer sentido.

Hintf: O que é te levou para a música?

O meu pai pôs-me a ouvir Led Zeppelin quando eu tinha 2 anos de idade, e isso fez com que eu sempre andasse à volta da música.As imagens e palavras não são o que me move a nível interno e emocional, em contrapartida os sons são o que sempre me fez vibrar, é uma origem muito interna.

Hintf: Que género de música consideras o teu trabalho? Quais as tuas maiores influências a nível musical?

Eu considero o meu trabalho como um pós-metal, com a mistura de influências mais ambientais. Eu vou buscar muita da minha inspiração às bandas sonoras dos filmes, porque elas são muito eficazes para realçar o que se está a ver e transformá-lo numa resposta emocional.

Hintf: Como é para ti o processo de produção musical?

Eu sou principalmente um guitarrista, por isso quase sempre começa com uma guitarra. Muitas vezes aparece a partir de um acorde ou de um riff e, depois vai sendo construído a partir daí. Depois adiciono uma batida de bateria, de baixo e outras melodias para ir progredindo na música. A ideia original normalmente só aparece numa pequena secção da música porque, quando escrevo tento criar um senso de progressão. Também costumo utilizar muitos efeitos, o que leva à criação de algumas paisagens sonoras interessantes.

Hintf: Três álbuns entre 2014 e 2019. Como é que atua música evoluiu desde o primeiro álbum?

Honestamente, eu acho que não mudou muito na sua essência. Eu certamente melhorei em termos de produção e estrutura, e estou a tentar incorporar melodias mais interessantes, especialmente a nível da guitarra principal. Quero fazer mais experiências com ritmos diferentes e abordagens novas, pois sinto que estou a ficar um pouco monótono!

Hintf: Qual é para ti a tuamelhor música e porquê?

A minha música favorita é a Panic Station porque é muito diferente de tudo o que eu fiz, e tem um tempo e melodia bastante rápidos. Por motivos pessoais, a música Ashes Eternal é uma das que também estou muito orgulhoso.

Hintf: Planos e metas para o futuro de Sylvan Circle?

Nada importante! Em primeiro gostaria de poder continuar a lançar novas músicas de forma regular. Eu estive adormecido por algum tempo e gostaria de reavivar isso um pouco. Começou como um projecto de paixão que de alguma forma parece estar a crescer. Provavelmente vou começar já a reunir ideias para um novo álbum

Hintf: Existe alguma banda / artista que recomendes?

Cloudkicker, Blackmill eLandforge. Os meus gostosmusicaispodem ser bastanteecléticos!

Hintf: Talvez uma tour? Talvez um concerto em Portugal?

Este é um projecto a solo por isso para uma tour eu teria de reunir uma banda e começar a tocar por aí. Eu nunca fiz um espetáculo no Reino Unido e, acho que ainda tenho muito caminho pela frente, por isso ainda há algum medo!

Hintf: Qual a tua opinião sobre Portugal?

Eu visitei Portugal algumas vezes e gostei sempre, é um lugar muito relaxante para se estar.

Hintf: Conheces ou gostas de alguma banda portuguesa?

Agora que mencionas isso, sinceramente não posso dizer que estou familiarizado alguma banda portuguesa, mas vou ter que procurar algumas bandas agora! Eu geralmente não vejo de onde as bandas são quando as ouço, só me importa mesmo como a música me faz sentir.

Hintf: Que conselhodarias para as pessoas que querem formar suas próprias bandas?

Mesmo estando com o meu projecto a solo (Sylvan Circle) também estive envolvido com outros projectos em bandas. É um trabalho árduo e 90% dele é aprender a trabalhar com os outros e a permanecer comprometido com o trabalho. O ideal é encontrar pessoas com a mesma mentalidade.  

Nunca comprometa a sua música, se você não estiver convencido do que está a escrever, ninguém mais o fará. Muitas vezes fiquei preso em bandas com pessoas que se preocupam unicamente em ter um hit de 3 minutos que passe na rádio e os torne ricos e famosos. Isso nunca funciona, porque tem tanto de óbvio como de falso.

Hintf: Uma mensagem para os fãs em Portugal e para todos os nossos leitores?

Eu realmente agradeço a todos os que me apoiam e gostam do meu trabalho, isso é muito importante para mim. Espero poder continuar a lançar mais músicas que as pessoas gostem e ver o que acontece com isso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.