Metal Church

Banda: Metal Church

Título: “Damned if you do”

Editora: Nuclear Blast Records

Data de Lançamento: 07.Dezembro.2018

De género trash metal formada em 1980, terminou em 1990, recomeçou em 1998 e findou em 2005 e em outubro de 2012 retorna novamente.

O auge desta banda foram os anos de 1980, com lançamento de álbum homónimo em 1984 e aquando do lançamento do álbum “The Dark” em 1986 onde participaram em concertos ao vivo ao lado de bandas de renome como Metallica.

“Damnedifyou do” é o décimo segundo álbum desta banda que nos mostra em cerca de quarenta cinco minutos old school thrash metal.

Temos um ótimo começo com faixa homónima, flui suavemente com bastanteenergia especialmente no riff principal e no refrão. Segue-se “The Black Things” e “By the Numbers” que continuam com ritmo sólido, os constantes riffs de Vanderhoof e Rick van Zandt e os vocais agressivos de Howe são o que os tornam especiais, mesmo quando a bateria de Howland se sente abafada e as linhas de baixo são quase inexistentes. O fluxo suave e a vibração thrash continuam na parte central com momentos energéticos como “Guillotine” e “Rot Away”.

“IntotheFold” também é uma boa faixa, mostra um lado mais sombrio de Metal Church é uma das faixas mais poderosas e selvagens do álbum quando não sofre de som abafado, um problema que afeta todo o esforço.

“Out of Balance” destrói e destaca-se de todas as outras músicas lançadas pela banda tem muito power. “The War Electric” é uma faixa boa, mas definitivamente esquecível e com essa fecham o álbum.

 A produção e mixagem poderiam ser melhores, já que o som muitas vezes é abafado e apenas os vocais de Howe se destacam, deixando todos os instrumentos em segundo plano, consequentemente prejudicando o produto final.

Pontuação: 7/10

Por: Paula Pedroso

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.