Pântano

Entrevista Pântano

Por: Miguel Ribeiro

Hintf: Para começar, falem-nos um pouco do historial da banda, do vosso percurso até   formarem os Pântano…

Olá Miguel! Como devem saber, todos nós temos o nosso percurso musical. Eu com os WAKO, e numa fase com os CUT, o Arlindo com os Low Torque, NON e outras mais bandas e com quem partilhei anos de vida nos WAKO e em certa altura nos CUT. O Miguel Mateus tem trilhado com os seus Subversive e outros projectos. O Miguel Branco também faz parte dos Subversive e agora dos Ashes.

Tudo começou numa noite de concerto em que estava com esta ideia latente de criar os Pântano, e abordei o Miguel Mateus nessa mesma noite, porque já tinha reunido alguma info sobre ele, que era um master riff e que tinha gostos e uma inclinação sensível para a cena mais sludgy e stoner. Ele alinhou no imediato e a partir daí começamos a partilhar e recriar a mesma visão. Entretanto precisava de um puncher de baterista, pensei logo no Arlindo como a pessoa exacta para o lugar. Eu e o Arlindo alcançamos imensas coisas juntos no passado, nomeadamente com os WAKO, prevalecendo sempre uma amizade, mais irmandande do que outra coisa, e senti que era o momento certo para voltar a ter um dos meus melhores amigos a meu lado num projecto musical. A banda tornou-se assim uma viga-mestre de amizade, pessoas certas, maturidade uníssona  e objectividade clara.

Como se diz…Last but no least. convidamos o Miguel Branco para o baixo que já tinha uma afinidade connosco e maior ainda com o guitarra Miguel Mateus. É um puto boa onda com imenso potencial onda e sabe levar nas orelhas e não se queixa(ahaha)

Hintf: Quem são os Pântano,de onde vêm?

Os Pântano são uma banda repleta de boa energia com o puro intuito de fazer as coisas bem, centrados na base de uma boa amizade.Viemos de um distópico deserto ribatejano, enlameado, tórrido e grudento. 😉

Hintf: Quais são as vossas principais influências tanto a nivel musical como lirico?

Temos como principais influências e referências, tudo que envolve os finais dos anos oitenta e principio dos noventa, em grande parte os filmes e sonoridades que ficaram alojadas no nosso imaginário.

Hintf: Hard-rock, Southern e Grunge cantado em bom português,porquê?

Todos nós crescemos a ouvir bandas como os Alice in Chains, Soundgarden, Faith No More, Black Sabbath, Down, Ornatos Violeta, Mão Morta e outras mais do espectro rock internacional e também nacional. Sendo cantado em português, é me difícil explicar… Apenas senti-o, quase como um chamamento(hahah), devia isso a mim mesmo e à lingua de Bocage. Através da nossa língua, sou mais sincero, falo mais directamente, via coração, descomplicando tudo.

Hintf: Podem explicar-nos o significado do nome escolhido para este projecto e o que querem com ele transmitir? 

Este nome reflete em muito uma etapa da minha vida, em que me sentia a ser constantemente engolido por um pântano e a ser cuspido de seguida pelo mesmo. Tudo isto num loop constante, ininterruptamente, sem vislumbrar um inicio e um fim para este ciclo vicioso e penoso. Até que entendi que tinha de aceitar o facto em ficar submerso nesse pântano, e em emerger do mesmo, sem tormento. Encontrar uma fórmula no meio de tanto lodo, deixar-me ser compelido pelo mistério e pela dúvida e de certa forma invocar todo o lado positivo desta situação. Pensei para mim mesmo – “Pântano, está dentro de mim, é um novo despertar…Vou agarrar nisto e criar um universo “fantástico”, edificando-o através das minhas paixões, o cinema, a literatura e a música, revisitando tudo o que me fazia bem em criança e em adolescente” E foi aí que percebi que teria de ser Pântano!

Hintf: Como vêem o actual panorama musical em Portugal?

Eu vislumbro o lado mais luminoso das coisas! Vejo grandes talentos a despontarem, vejo festivais independentes a crescerem de ano para ano, vejo pessoas com bom gosto e sensibilidade para a música e todos os tipos de arte, vejo uma maior consciência colectiva em fazer mais e melhor!

Hintf: Como está a vossa agenda?

Estamos a ser bastante solicitados, gratidão por tal! Vamos actuar no dia 9 de Fevereiro na festa de lançamento do disco dos Deserto, que irá decorrer no RCA Club em Lisboa, seguindo-se concerto com o Tó Pica no dia 8 de Março no SideB Rocks em Alenquer. Fomos também recentemente confirmados no Comendatio Music Fest, a concretizar-se nos dias 7,8 e 9 de Junho em Paço da Comenda, Tomar, no qual iremos ter a honra de partilhar o palco com bandas tais como Tesseract, Leprous, Sinistro, NoSound, Kandia, Vincent Cavanagh(Anathema) e outras mais. Estamos no momento a celebrar novas datas que anunciaremos brevemente.

Hintf: E a nivel de projectos para o futuro,quais são os vossos maiores desejos?

O nosso maior desejo e objectivo é culminar da melhor forma as gravações do nosso disco de estreia(Está quase!!!!) Termos saúde e força para darmos continuidade a este trabalho que tanto prazer nos tem dado, levando o nosso som ao máximo público possível.

Hintf: Deixem uma mensagem aos nossos leitores e aos vossos fãs…

Desejo(amos) o melhor deste e do outro mundo aos vossos leitores e aos nossos fãs! Sejam amigos, apoiem a músical nacional e espalhem imenso amor do Pântano!

Obrigado por todo o vosso apoio!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.