Swallow The Sun

Banda: Swallow The Sun

Título: “When a Shadow Is Forced Into the Light”

Editora: Century Media Records

Data de Lançamento: 25.Janeiro.2019

São muitas as bandas que conseguem colocar nas suas letras e musicas toda a tristeza e raiva ou qualquer outra emoção aquando da perda de alguém importante nas suas vidas, seja familiar ou amigo, Swallow the Sun são mestres.

No álbum a ser lançado em Janeiro, precedido pelo single “Lumina Aurea” que apresenta uma sonoridade completamente diferente, nestes cinquenta dois minutos a banda mantem a sua habilidade e assinatura no som que já nos vem mostrando.

Juha Raivio escritor de músicas e guitarrista na banda aquando da perda de sua companheira de vida Aleah Starbridge, cantora e escritora de letras de música também, após longo período de aceitação e luto a inspiração chegou e assim escreveu nove músicas em cerca de três semanas. Conduzido pela perda pessoal e a vontade de seguir em frente surge este “When a Shadow is forced into the light” nome da primeira faixa também com um poder vocal extraordinário e música cativante que nos leva às profundezas do metal Doom-Death. Segue-se “The Crimson Crown” e “Firelights” com início lento e depois com a explosão de bateria e guitarras. “Upon the water” tem um registo mais lento com guitarras arrastadas e o som da bateria mais cuidadoso, a voz alterna entre limpo e um gutural suave no entanto tem a conotação de fúria e incompreensão.

“Stone Wings” apresenta uma melodia mais envolvente com a guitarra bem marcada, mais uma vez a bateria é cautelosa, mas também era impensável ser de outro modo. “Clouds on your side” é a sexta faixa o tom e a melodia não difere das anteriores tem uma letra muito sentimental e as emoções atropelam-se, segue-se “Here on the black earth” e “Never Left” que é a última faixa do álbum com um bom compasso de guitarra a acompanhar a voz de Mikko Kotamäki numa quase balada de saudade e recordações.

Já tem concertos agendados para 2019 e com o percurso da banda até agora, aposto que será um excelente ano.

Pontuação: 8/10

Por: Paula Pedroso

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.