The Cascades

Banda: The Cascades

Título: “Phoenix”

Editora: Echozone

Data de Lançamento: 19.Outubro.2018

Nascidos nos gloriososanos do rock gótico de 1988 continuam fieis ao seu estilo, estão numa escala que iguala bandas como The 69 Eyes ou Fields of the Nephilim. “Phoenix” oferece-nos um rock clássico obscuro e gótico com detalhes de riffs de guitarra e melodias profundas com a voz de Markus Wild num registo colossal.

São treze músicas de rock numa atmosfera melódica, obscura e apelativa de puro som gótico que nos traz de volta o espirito dos anos 80 início de 90, embora tenham algum rock em comum com The Sisters of Mercy ou The Mission, aqui vamos para sonoridades mais modernas, com alguma frescura e até para os ouvintes mais desatentos alguns elementos que nos poderão dar arrepios na pele.

“Blood is thicker than blondes” e a que dá nome ao álbum “Phoenix” têm um som cativante em que conseguem criar uma melodia mais gritante e um rock gótico bastante poderoso, apresentando uma melodia com Groove e com atmosfera um pouco mais obscura e pesada a terceira faixa “Dark Daughter’s Diary.

As músicas que se destacam por possuírem uma sonoridade mais sofisticada e fora do padrão serão “Station No. E” e “Superstar”. Não existe nenhuma música má nem mais ou menos, embora em termos de composição seja todas similares, a banda conseguiu juntar um som gótico dinâmico com um bom rock bem suportado vocalmente.

“Ihr Werdet sein” ou traduzido “você será “ apresenta um estilo composicional mais industrial que nos remete a Rammstein com apontamentos de “The Cure” numa conjugação bem dinâmica e extraordinária.

Em “Diane” podemos ouvir a voz feminina da convidada canadiana Esther K. Widmann, numa atmosfera bem melodiosa segue-se “Für F.” a ultima deste álbum que nos fala de almas perdidas.

Phoenix é um disco terra-a-terra e solido de qualidade, cativante para todos os amantes deste estilo musical. Uma imersão num universo musical obscuro, gótico e rock sombrio e glorioso.

Se descobriram a banda agora definitivamente deviam ouvir este. Vale a pena!

Pontuação: 08/10

Por: Paula Pedroso

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*