Soulfly

Banda: Soulfly

Titulo: Ritual

Editora: Nuclear Blast

Data de Lançamento: 19.Outubro.2018

Sou suspeita, pois é uma banda que adoro e venho seguindo ao longo dos anos. Esperava este álbum com alguma ansiedade e verdade seja dita não desiludiram em nada, também os primeiros singles já tinham dado indicações do que ai vinha.

Este é o 11º Álbum da banda e o terceiro com a participação do filho de Max Cavalera, Zyon,conta com convidados de peso como Randy Blythe dos Lamb of God na 2ª faixa em “Deadbehindtheeyes”  e Ross Dolan de Immolation “Under Rapture” parceria única e sem dúvida brilhante.

A 1ª faixa e que dá título ao álbum inicia-se com uma sonoridade tribal conjugado com riffs de guitarra e uma explosão de power assim que Max Cavalera começa a cantar. Segue-se duelo vocal com Randy Blythe em que nenhum fica a perder.

“The Summoning”leva-nos a outra dimensão, com uma batida de bateria fenomenal, talvez derivado à idade do filho Zyon atrás dos pratos. “EvilEmpowered” é puro headbang e mostra o que é o trash metal.

“Under Rapture” é a mais brutal e cheia de power. A conjugação de voz de Max com os harshvocals de Ross Dolan leva-nos a outra dimensão. Não deixa de ter o Groove característico de Soulfly, mas tem mais intensidade vocal que outra qualquer.

“Demonized” começa com guitarra acústica mas antes de fazer 1 minuto dá-nos todo o power com som bem mais agressivo. Fazendo-nos lembrar que isto é trash metal! E assim continua em “Bloodonthe Streets” grandes riffs e com letra interessante. “Bite the Bullet” e “Feedback” traz sonoridades do 1º trabalho da banda, já a seguinte lembra-nos Motorhead, no entanto não deixa de ter o som agressivo e único de Soulfly.

Perfeito equilíbrio ao que foi e é Soulfly. Um regresso em grande! Os fãs que conhecem vão ficar radiantes, quem não conhece de certeza que com este álbum vai começar a prestar mais atenção.

Pontuação: 10/10

Por: Paula Pedroso

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.