Devilskin

Entrevista: Devilskin (Paul Martin // Baixo)
Por: Miguel Ribeiro

Hintf: Primeiro agradecemos pelo vosso tempo com a entrevista! Contem-nos um pouco sobre a história dos Devilskin e porquê esse nome? O que significa?

Nós estávamos todos a tocar em várias bandas em redor de nossa área e todos eramos grandes fãs dos outros talentos. Quando o tempo permitido nos reuniamos para umas. Nós escrevemos duas das nossas maiores músicas naquela primeira jam (Fade e Little Pills). O nome veio do tom das letras de Jennies para Fade, uma história sobre um rompimento amargo, que conta como alguém pode fazer um acto para ser bom, mas por tras eles são demónios. A dicotomia de nossas emoções.

Hintf: O que mudou até agora, desde que a banda começou?

Continuamos a fazer as mesmas coisas,colocamos o nosso coração e alma na escrita e vamos crescendo como artistas, mas agora as coisas estão num nível muito maior para nós. Em vez de uma equipa de estrada com uma pessoa e uma pequena carrinha, temos um camião de 28 toneladas e uma equipe de dez pessoas. A mudança de ser uma banda local para ser uma banda de tours internacionais é um grande salto e nós adoramos isso.

Hintf: Conte-nos mais sobre as vossas fontes de inspiração e influências, sobre o que falam?

Nós escrevemos sobre muitos tópicos, Jennie,a nossa vocalista e eu escrevemos todas as letras. Principalmente de experiências pessoais, relacionamentos e viagens de um tipo ou outro. Nosso último single ‘Endo’ fala  sobre a cirurgia de Jennie para a endometriose do estágio 4. A música ‘Victor’ conta a história de nós deparar-mo-nos com um acidente de trânsito de terror e estarmos lá para ajudar. ‘Never See The Light’ é sobre um suicídio de amigos e ‘All Fall Down’ é sobre apatia social e controle populacional. Então, há muitas coisas que nos inspiram.

Hintf: Podemos dizer que são uma banda de hard rock?

Sim, também podemos ser chamados de metal, metal alternativo e rock pesado. A classificação de nomes e géneros não nos incomoda em absoluto para sermos honestos.

Hintf: Quem desenhou o logo dos Devilskin?E quem é responsável pelo artwork?

Trabalhamos em estreita colaboração com o nosso designer gráfico BarnyBewick da Indium Design em Auckland, NZ, para transformar as nossas ideias em obras de arte surpreendentes. A atitude sem compromisso da nossa banda e música significa que é muito importante para nós ter as imagens visuais fortes que a acompanham.

Hintf: Como foi recebido pelos fãs e pelos media o álbum “We Rise”?

Quando ‘We Rise’ saiu em julho de 2014, foi directo para o número um nas tabelas na Nova Zelândia e depois de uma semana foi disco de ouro. Agora é platina, então é justo dizer que tem sido muito bem recebido. As críticas internacionais e locais foram brilhantes e a nossa tour esgotou a maioria dos concertos. Nós não poderíamos ter sido mais felizes.

Hintf: Conte-nos mais sobre a cena musical em Hamilton,Nova Zelândia…

Hamilton tem apenas 120.000 pessoas,é uma cidade pequena.A cena musical sofre com falta de espaços decentes e multidões confiáveis ​​(para a maioria das bandas menores). No entanto, o talento aqui é muito bom.

Hintf: Conseguem viver apenas da música na Nova Zelândia,ou têm outros empregos?

É muito difícil ganhar a vida apenas com música na Nova Zelândia, a menos que estejas preparado para tocar covers 4 noites por semana em pequenos bares. Uma banda de nossa estatura depende de uma ou duas grandes tours por ano. Todos nós temos outros trabalhos para que possamos usar o dinheiro que a banda gera para fazer mais gravações / viagens etc.

Hintf: O que conhecem de Portugal,o que conhecem da nossa cena musical,da nossa cultura?

Portugal sempre me fascinou, a história, a rica cultura antiga e a bela paisagem da Península Ibérica. Eu sempre quis viajar a Portugal. Eu ouvi falar de Xutos e Pontapés e Phazer, mas eu não estou muito familiarizado com a música deles. Eu sei que tenham fãs de rock leais!

Hintf: Deixem-nos uma mensagem para os nossos leitores e os vossos seguidores!

Obrigado aos nossos amigos fantásticos em Portugal terra linda. Esperamos poder ver todos vocês em breve.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*