Empty Trail

Entrevista Empty Trail

By: Maria João Tavares  

Hintf: Conta-nos um pouco como os Empty Trail foram formados…

Empty Trail foram formados em 2013 por mim (Rick Lambert). Realmente começou como meu próprio projecto pessoal quando vivi em Los Angeles. Eu basicamente fui ao estúdio e gravei todo o álbum “Obscured” menos a bateria. Depois de mudar para Austin, eu lancei, “Hollow Hearted”, que também havia sido feito a solo. O álbum seguinte, “Bare”, foi quando eu realmente comecei a procurar membros para a banda. Acabei por ter um baterista, Chris Farrell que toca bateria em algumas musicas, mas não funcionou muito bem entre nós. Foi quando o Rom Gov entrou na banda! Ele terminou o som da bateria do álbum e, honestamente, não consegui pensar em mais ninguém para ficar na posição de baterista nos Empty Trail! Ele é absolutamente incrível no que faz. Encontrei Shane Wallin (Baixo) na boa terra do Facebook. Eu literalmente enviei mensagens e ele foi um dos poucos que veio e fez audição! Eu sinto-me da mesma maneira em relação a ele! Estou abençoado por trabalhar com músicos e pessoas tão espectaculares!

Hintf: De onde vêm as vossas influências musicais?

Bem, uma vez que a maior parte do nosso som é, até agora, da minha criação pessoal, falarei das minhas influências. Eu comecei como guitarrista e fui completamente movido pelas bandas com guitarras mais pesadas! Há muitos a nomear, os mais óbvios que eu sinto que um guitarrista de metal clássico que gostaria de nomear, será, Metallica, Megadeth (eu sou um grande fã de Megadeth), Pantera … etc … Sou muito influenciado pelo grunge da era dos anos 90. Toca-me a um nível profundo. É muito melancólico e depressivo. Há algo que conecta comigo para o melhor ou para o pior. Eu sou obviamente um enorme fã de Chris Cornell / Soundgarden, bem como Alice in Chains, Pearl jam…

Hintf: Como planeiam manter a vossa música diferente do resto?

Boa pergunta! Eu penso que devemos estar sempre a correr riscos. Ir contra a sua intuição normal e experimentar. Como eu disse, todos os novos singles que estamos a lançar (Apenas lançado “My World” no YouTube) foi do meu próprio cérebro. Então, agora que outras mentes estão introduzidas na banda, ela evoluirá naturalmente.

Hintf: O vosso estilo soa um pouco grunge, às vezes ouve-se Soundgarden, algum Alice in Chains, vocês estão a procurar o vosso caminho para criar a vossa própria marca única?

Sim! Absolutamente! Isso tornou-se muito evidente ao longo do ano passado. Os novos singles em que estamos a trabalhar estão com uma direcção totalmente diferente. Como eu disse na última pergunta, estamos a desenvolver agora. Estamos a sair ‘da caixa’ onde talvez este projecto tenha estado confinado. Eu sei que estamos todos entusiasmados e queremos realmente criar algo novo e inspirador.

Hintf:  Qual o caminho que vocês querem seguir?

Nós estamos a escrever músicas de forma diferente. Brincamos com novos efeitos de guitarras. Vamos obtendo a visão de pessoas com nome na música! Experimentando!

Hintf: Achas que podem alcançar o mundo para além de Austin, Texas?

Espero que responda esta pergunta correctamente.. Eu acho que hoje em dia, realmente não importa o ‘onde’ ao que se chama de base. Por causa da internet, muitas bandas estão online de alguma forma. Seja um vídeo viral ou uma ligação. Eu sei que gosto de estar em Austin, Texas um lugar como LA. É incrível estar numa “Cidade da música” mas essas cidades estão demasiado saturadas, na minha opinião. Eu sei que o ambiente me vai destruir eventualmente.

Hintf: Têm outro trabalho para além da banda?

Sou professor de música, assim como o Rom Gov! Shane é Assistente de Enfermagem Certificado.

Hintf: Consideram-se mais uma banda de estúdio ou uma banda ao vivo?

Dois anos atrás, eu diria que era absolutamente uma banda de estúdio, mas definitivamente estamos a fazer avanços para mudar isso. Ultimamente estamos a trabalhar na nossa visão de concertos ao vivo e vamos atacar o mundo com eles! De uma boa maneira, claro, haha!

Hintf: O que gostarias de dizer àqueles que estão a começar e a formar uma nova banda?

Façam isso por amor à música. Apenas isso e aproveitem. Além disso, certifiquem-se que se dão todos bem na banda. Se vocês não fizerem isso, não vão adorar e o processo vai ser extremamente stressante. Não façam isso com vocês mesmos! Experimentar! É aí que acontecem coisas verdadeiramente inspiradoras…

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*