Corrosion of Conformity

Banda: Corrosion of Conformity  

Titulo: “No Cross No Crown”

Editora: Nuclear Blast

Data de Lançamento: 12. Janeiro.2018

Os Corrosion of Conformity estão de volta e nada mais como fazer um retorno glorioso, e é glorioso pois conta com Pepper Keenan de volta nas vozes e na guitarra.

Por isso o “No Cross No Crown” é um retorno para se vir recordar de várias maneiras, com a reentrodução do Pepper Keenan na banda, os COC parecem ter incorporado um estilo mais descontraído, mas completamente rígido.

Uma era de ouro considerada por muitos, inspirados pelos Black Sabbath os riffs da guitarra, as grandes batidas e o Stoner Rock é o que fazem definir os COC de várias maneiras. É certo que este álbum é como um aquecimento para que o começo volte a ganhar novamente forma.

A composição das letras é de impressionar com uma mistura de metal as músicas ”Cast The First Stone” “ A Wolf Name Crow” são faixas mais lentas tais como “ A Quest to Believe” intercalando com interlúdios e instrumentais curtos.

Eu acho que na actualidade o consumo deste tipo de música provavelmente será ignorado por muitas pessoas, o que é uma pena.

O “No Cross No Crown” é definitivamente um bom álbum para se ouvir do início ao fim.

A segunda metade do álbum  é notavelmente mais fraca, particularmente a faixa “No Cross No Crown” pois está apenas a menos de quatro minutos com guitarra ambiente, existe ruído de fundo com algum canto com algumas palavras faladas e completamente fora do lugar. Também há menos foco nas vozes cativantes, mas não é uma coisa necessariamente má, mas vale a pena fazer-se notar que este álbum não irá deixar uma pessoa presa de imediato.

Após várias interpretações, os detalhes que podem não ter sido notados começam a destacar-se e é claro que uma boa dose de pensamentos irá tornar cada música perfeitamente única!

“No Cross No Crown” parece uma evolução bem natural por parte do grupo.

Para quem é fã dos álbuns dos Corrosion of Conformity com o Pepper Keenan, então este CD torna-se um CD essencial.

Pontuação: 8.5/10

Por: João Pavão

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*