Helslave

Entrevista Helslave

Por: Paula Antunes

Hintf: Por favor comecem por apresentar a banda e o seu percurso até aos dias de hoje, para quem só agora teve a oportunidade de conhecer o vosso trabalho?  

A banda formou-se em meados de 2009 e tocamos um death metal influenciado maioritariamente pela cena escandinava dos anos 90. Depois de um Ep em 2013 (Ethereal Decay) e um longa duração em 2015 (An Endless Path), nós lançamos em Junho de 2017 um novo Ep intitulado “Divination” e publicado pela editora Black Market Metal Label, e que apresenta a estreia do nosso novo vocalista, Diego.

Hintf: Qual é o significado do vosso nome, Helslave, e quão difícil foi a escolha de um nome para o vosso projeto?

Vem da deusa Hel e retirado diretamente da mitologia nórdica, pela qual o anterior vocalista e eu sempre fomos apaixonados. A escolha foi bastante consensual uma vez que desde o início que as letras e a música foram inspiradas nessa temática, ainda que mais tarde nos tenhamos afastado um puco delas.

Hintf: Têm um novo disco, o EP ‘Divination’, lançado no passado mês de Junho. Falem-nos um pouco do seu conceito, a principal inspiração para a sua composição e para as letras, a arte visual…

Como sugere o título, o álbum é uma viagem pelo mundo do oculto, da necromancia e da adivinhação. A inspiração vem do ‘Necromanteion’, um antigo templo grego, cujo nome significa ‘Oráculo dos Mortos’, onde os fiéis praticavam rituais e sacrifícios para comunicar com os mortos, e que era considerado o portal para o mundo dos mortos. A arte gráfica foi desenvolvida pelo artista Americano Misanthropic Art, que fez um excelente trabalho ao dar a sua interpretação deste tópico.

Hintf: Como tem sido a receção a este novo disco por parte dos vossos seguidores? Como acham que a mudança de editoras tem contribuído até aqui quer para a banda quer para este disco ‘Divination’?  

O feedback tem sido muito mais positivo que o esperado, com este disco queríamos fazer uma pequena mudança na nossa linha musical em direção a uma sonoridade e riffings mais death metal da velha escola. Não sabíamos como iria ser recebido, mas as boas impressões reunidas até agora deram-nos a confirmação que estamos na direção certa para o próximo álbum.

Hintf: O que preferem mais? Todo o processo de composição da música, o trabalho de estúdio e tudo relacionado ou saltar suavemente para um palco e atuar ao vivo?

Gosto dos três aspetos de maneiras diferentes, tocar ao vivo é definitivamente o mais agradável de todos, e uma das principais razões pelas quais fazemos musica. Também, o processo de escrita é bastante enriquecedor e estimulante, mas requer mais esforço e pode por vezes ser bastante frustrante quando as coisas não acontecem da forma que queremos.

Hintf: E como esta a vossa agenda para o futuro próximo, principais planos e objetivos para os Helslave?

Acabámos de completar um ciclo de concertos em Itália, França, Holanda e Suíça para a promoção do ‘Divination’. Vamos continuar a tocar mas no entretanto vamos focar-nos na escrita de novas canções para o próximo álbum, esperando poder lança-lo no final deste ano pois queremos alcançar um degrau mais alto com o próximo trabalho.

Hintf: Estão a par da cena de metal portuguesa? O que sabem sobre Portugal?

Não sabemos muito, a única banda de que me consigo lembrar falando em Portugal são os Moonspell.

Hintf: Por favor, deixem uma mensagem aos nossos leitores e vossos seguidores portugueses!

Alguém interessado em Helslave pode ouvir a nossa música no YouTube ou no bandcamp e comprá-la nas nossas lojas, junto com algum merchandise:

https://helslave.bandcamp.com

http://helslavestore.bigcartel.com

Para notícias e atualizações da banda sigam-nos no Facebook:

https://www.facebook.com/helslave
Muito obrigado por este espaço na vossa webzine e pelo vosso apoio, esperamos ter a oportunidade de ir a Portugal em breve. Mantenham-se Death!

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*