The Vintage Caravan

Banda: The Vintage Caravan       

Titulo: “Gateways”

Editora: Nuclear Blast Records

Data de Lançamento: 31.Agosto.2018

Bem, primeiro será importante dizer que estes rapazes Islandeses que formaram estes The Vintage Caravan gostam de Rock, e sem dúvida de Heavy. Desde de 2006, data de formação deste trio, que têm vindo a crescer e, sobretudo depois do lançamento de “Voyage” em 2012 (reeditado em 2014, depois de assinado contrato com a Nuclear em 2013). Têm um som muito forte com guitarras Fuzzy e rítmicas que nos fazem lembrar bandas de outros tempos (sobretudo dos anos 70) tais como os Thin Lizzy.  E também será fundamental referir que temos aqui neste trio muito talento. E de que maneira. Com Oskar Logi Agústsson nas vozes e guitarras, Alexander Örn Númasson no baixo e Stefán Ari Stefánsson na bateria, esta banda, embora ainda jovem, sabe exatamente o que pretende. Prova os concertos dados com estrondo em abertura de bandas como os Blues Pill ou Grand Magnus.

Então chegou o tempo de ouvir e de perceber o que nos oferece este “Gateways”. Importante será dizer que no primeiro contacto com o som da banda muitos poderão ter alguns problemas ao achar que as músicas parecem algo repetitivas. Algo que poderíamos pensar “sem sal”. Mas estes músicos têm muito talento. E terão de certeza de ouvir mais do que uma vez o som deste The Vintage Caravan. A técnica é de facto algo estrondosa e a qualidade musical das composições é inegável. Temos por exemplo as muito Hard Rock como “Set Your Sights” e “Reflections” cujos riffs por vezes nos lembram os Deep Purple dos primórdios. Alias esta espinha dorsal nas músicas, com estes tipos de riffs de guitarra são algo que encontramos facilmente em todo o álbum e, que se juntam a riffs um pouco mais fortes, mais Heavy em músicas como “On the Run”. E depois temos a balada “All this Time”, um  momento maravilhoso, com um groove que não se consegue explicar e, que nos relembra um género mais Stoner  Rock. Mas é no fim do álbum que, para mim, temos os destaques: “Nebula” um verdadeiro himno áquilo que deve ser uma composição rica, com vários momentos e que está sempre em crescendo musical. “Farewell” uma música bluesy com uns teclados interessantes e, por fim, a Blues Rock mas fantástica e genial “Tune Out”.

Confesso que gosto deste tipo de som. Óbvio que deverão, como disse, ouvir mais do que uma vez, mas estes The Vintage Caravan,  mais uma vez, mostram como fazer um bom álbum de heavy/Bluesy/Stoner/Rock. Eu gostei.

Pontuação: 8/10

Por: Julien Valente

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*