Fitacola

Banda: Fitacola

Titulo: “Contratempo”

Editora: Fitacola

Data de Lançamento: 01.Outubro.2018

Os conimbricenses Fitacola são dos coletivos nacionais praticantes de Rock na sua essência em geral e que contam com uma excelente progressão de carreira ao longo dos seus já existentes 15 anos, não só nos lançamentos que nos vão proporcionando como também na sua visibilidade de palco, honrando aberturas para nomes internacionais de referência/relevância como Sum 41 ou Rise Against.

Após a edição no transato ano do álbum-compilação que reúne os 3 últimos EP’s, o próximo Outubro marcará (ainda sem data definitiva) o lançamento do seu mais recente registo discográfico que vai já rodando nas rádios nacionais com o single de avanço ‘Fio da Navalha’, incluso em “Contratempo”, o nome escolhido para intitular este 4º álbum.

Neste “Contratempo” desfilam 11 temas que numa rápida e escorreita meia hora de degustação musical se absorvem e entende-se o porque de serem umas das bandas nacionais com mais preponderância na atualidade nacional.

O álbum é fluído, construído numa orquestração feita da alternância de ritmos Ska, Punk e Rock generalista, onde as influências de Xutos & Pontapés ou Censurados (mas também Mundo Cão e Ornatos Violeta) são mais que óbvias, conseguindo os Fitacola vincar a sua identidade enquanto banda, enquanto se descolam sobriamente de inevitáveis comparações. Modernizam e dão um maior frescor à atual sonoridade Punk Rock, com melodias enternecedoras da alma (em ‘Única Saída’, por exemplo) mas também deixando no ar o forte peso da inconformidade com a atual sociedade (patente em ‘Mundo Vazio’).

“Contratempo” faz-se de dinamismo e bom encadeamento na sua estrutura de temas, os mais rápidos enleiam-se nos mais suaves, provocando uma sensação de leve adrenalina, tal montanha russa térrea, com alguns loops mais vertiginosos.

Um excelente disco para acompanhar o que resta deste escaldante verão e que entrará certamente bem dentro dos nossos ouvidos á custa de ‘Copos E Amigos’ e ‘Punk Rock’.

Pontuação: 8/10

Por: Paula Antunes

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*