Albaluna

Entrevista Albaluna

Por: Miguel Ribeiro

Hintf: Muito obrigado desde já por esta entrevista. Gostaria que voltassem um pouco atrás,e que nos explicassem como surgiu o gosto pela música.

Olá a todos. O nosso obrigado pela vontade de nos conhecer um pouco melhor.

Hintf: Em que ano nascem os Albaluna, como aconteceu?

Os Albaluna nasceram em 2010 de uma vontade de fundir vários estilos musicais que nos fascinam. Neste caso, em sentido lato, a Música do Mundo, a Música Folk e Tradicional de várias partes do Mundo e, também, o Metal e o Rock Progressivo. Retirar elementos chave que definem todos estes estilos e fundi-los em diferentes contextos foi sempre o objectivo da banda.

Hintf: Albaluna,Apresentem-se…

Os Albaluna são formados por mim, Ruben Monteiro, como fundador, compositor e diretor musical do projeto e que, habitualmente, toco a Baglama Turco, a Sanfona, o Oud Turco e o Rubab Afegão, pela Raquel Monteiro na Voz, Violino e Viola medieval, pelo Dinis Coelho nas Percussões, pela Carla Costa nas Flautas e Gaitas de Fole, pelo Hugo Gomes na Bateria e no Davul e pelo ChrisHan Marr’s no Baixo e no Bouzouki.

Hintf: Porquê o nome Albaluna?

Quando se inicia um projecto, seja ele qual for, o nome é ,muitas vezes, um dilema. No nosso caso quisemos valorizar a Lua e a Noite, metaforicamente como se a Lua fosse o nosso Sol. Do latim

“Alba” significa branco ou “Alvorada” em italiano e “Luna” que significa “Lua” em Castelhano ou em Italiano. Uma metáfora e um “jogo de palavras” para o nascer da Lua. IdenBficamo-nos com a energia escura e romântica (no senrtido artístico) da noite, sem nos considerarmos uma banda “escura”.

Hintf: Como funciona o vosso processo criativo? Quem escreve, quem compõe as músicas?

Nos úlimos discos a composição e os arranjos têm ficado a meu cargo (Ruben M.) e seguem um pouco a minha linha. Nomeadamente na “Nau dos Corvos”, disco no qual revelamos toda a influência que a música do Mediterrâneo e da Ásia Central têm hoje em dia na minha vida musical.

Essencialmente por me ter dedicado a estudar música Turca, Afegã e Búlgara.

No entanto a música “Amura” é uma composição da Carla Costa que foi adaptada e arranjada por mim.

Para o próximo disco, apesar de me manter como principal compositor, teremos temas do ChrisBan Marr’s, da Carla Costa e meus.

Hintf: Quais são as principais influências?

De momento as principais influências são muito variadas e de extremos como por exemplo L’ham de Foc, Oratnitza, Dhafer Youssef, Erol Parlak, Erdal Erzincan, Erkan Ogur, Niyaz, Opeth, Porcupine Tree, Pain of Salvayion, Jethro Tul e muitos outros.

Hintf: Ep’s,singles ,albuns,compilacões,contem-nos tudo…

– D’antes – 2010 (album de edição limitada)

– Marca Antiga – 2012 – Single

– Alvorada da Lua – 2014 – Albúm

– Nau dos Corvos – 2016 – Albúm

– Lado B – 2017 – Single  

Hintf: Porquê World Music,Medieval,Fusion,Prog Rock?

Na realidade são os estilos, ambientes e formas musicais com que mais nos identificamos. E, também, porque todos estes estilos partilham uma mesma energia e discurso, que no nosso entender funcionam musicalmente muito bem.

Hintf: Como se definem ao vivo?

Os Albaluna têm uma energia muito forte ao vivo, nos diferentes contextos em que nos apresentamos, desde Palcos em Festivais ou Teatros, ou numa qualquer rua numa Feira Medieval.

Gostamos muito do que fazemos e sentimo-nos muito realizados por poder partilhar e viver a nossa música frequentemente. É um sonho vivido e que fazemos questão de o transparecer em cada actuação. Somos uma família e temos partilhado muitos momentos, que têm fortalecido o grupo, e quando tocamos ao vivo essa energia está sempre presente.

Hintf: Com quem sonham um dia poderem partilhar o palco?

Temos o privilégio de partilhar o palco com muitos músicos e grupos que admiramos, alguns deles com quem temos já uma história de amizade. Na realidade uma das bandas com quem mais gostaríamos de partilhar o palco seria com Pain of Salvation, no que toca a bandas de Prog. e com Oratnitza, no que diz respeito ao universo World Music.

Hintf: Se pudessem ser um animal que animal seriam?

Uma Pantera.  

Hintf: Planos para o futuro…

Iremos terminar a apresentação do disco “Nau dos Corvos” com uma Tour na Índia em Outubro.

Estamos já a preparar o novo disco que sairá no inicio do próximo Verão de 2019, para de seguida dar inicio a todo o processo de promoção.  Os planos dos Albaluna para futuro são permanentes, temos a vontade constante de procurar novos desafios.  

Hintf: Por fim, deixem uma palavra a quem vos ouve e segue…

Uma das fortes razões da existência e continuidade de uma banda é a relação com os seus

seguidores e simpatizantes. Um tema que nos é muito querido. Fazemos música para nós e para quem nos quer ouvir. Ao longo dos anos tentamos sempre conquistar novos seguidores, mas também, nunca desapontar quem já nos segue e ouve. Deixamos a promessa de que continuaremos na estrada e no estúdio a fazer o melhor para que nunca desapontemos. Temos tido a felicidade de receber muitas demonstrações de carinho, de admiração e reconhecimento por muitos dos que nos seguem e vamos criando uma sensação de família com muitos deles. É isso que continuaremos a fazer, a conviver e a partilhar a nossa música.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*