Wistful

Banda: Wistful

Titulo: Metempsychosis

Editora: Pest Productions

Data de Lançamento: 25.Março.2018

Tal como consta da biografia oficial deste projeto nacional intitulado de Wistful, o mesmo nasce em meados de 2010 pelas mãos e mente de Alex Clément, conhecido multi-instrumentalista do nosso panorama musical, com ramificações e incursões estilísticas tão derivantes como o black metal ou o industrial, em termos mais latos e também mais opostos.

Após um estreante lançamento em 2011, a criatividade musical de Alex C. aqui sob a forma de Wistful, não para e em Março passado com o selo da chinesa Pest Productions, edita-se o segundo álbum, intitulado de “Metempsychosis”.

“Metempsychosis” é um álbum complexamente estruturado sob uma espinha dorsal de 7 temas, singelamente numerados sob a forma romana, tendo sido habilmente escolhido o seu alinhamento, provocando inadvertidamente uma fluidez sonora apaziguante; é como se estivéssemos perante uma silenciosa cascata musical que brota limpa e cristalina de uma nascente ruidosa de vida pulsante, como é certamente a mente do criador desta composição de 40 minutos totalmente instrumentais.

Este disco poder-se-á facilmente inserir no novo espectro musical do blackgaze ou do black metal mais atmosférico. Encontra-se neste registo uma candura melódica que é constante, a pacificação das notas executadas nos instrumentos escolhidos, sem assomos de riffs agressivos ou ritmos de bateria mais rápidos. Nem por isso deixa de ser um disco intenso, é capaz de nos fazer suster a respiração por breves instantes em acordes de guitarra que produzem solos minimalistas e quase acústicos, sob a rede da linha de baixo que se mantém delicada mas firme. A secção de percussão ‘apenas’ exterioriza sob a forma musical o nosso próprio ritmo cardíaco; o que ouvimos em fundo é o que estamos no momento da escuta deste álbum a sentir, ligando o ouvinte ao disco de forma eficaz e compassada para que todos com o seu próprio ritmo sejamos parte destes compassos. Parece complicado mas não é, é um disco que vamos querer ouvir muitas vezes e vai servir para arrefecer as escaldantes noites que se avizinham bem como aquecer as mais gélidas.

Dos temas ‘I’ a ‘VII’, o destaque vai sem dúvida para “Metempsychosis” num todo. Desfrutem, vale a pena.

Pontuação: 8,5/10

Por: Paula Antunes

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*