Society’s Plague 

Entrevista: Society’s Plague 

Por: Miguel Ribeiro

Hintf: Obrigado por responderem  a esta entrevista! Por favor,podes dizer se faz favor o teu nome e a sua  função na banda…

Olá! Eu sou o Matt e eu sou o vocalista da banda.

Hintf: Quais eram as suas expectativas quando tudo começou?

Acho que posso falar por todos nós quando digo que não tínhamos ideia do que esperar quando começamos. Todos nós realmente queríamos escrever músicas divertidas e dar  concertos, mas além disso eu não tenho certeza se já haviam  expectativas reais. Escusado será dizer que estamos muito felizes com o que nos levou e com às oportunidades que tivemos a sorte de aproveitar.

Hintf: Porquê o nome Society’s Plague?

É uma história divertida. Antes de eu estar na banda,o  Joe e o Roger muito eram jovens e estavam numa banda com alguns amigos nossos, então quando eles estavam a decidir sobre um nome a maioria votou em “Society’s Plague”, que fazia sentido porque eles queriam ser uma banda de punk rock.O que torna isso engraçado é que as duas pessoas que votaram contra o nome eram Joe e Roger … os dois únicos membros restantes daquele tempo. Joe comprou o domínio da web e até imprimiram algumas camisolas, então quando formamos a banda que existe ainda  hoje, nós decidimos  apenas manter o nome e continuar com ele.

Hintf: Quais são as principais diferenças de agora para quando vocês começaram?

Além do crescimento musical, eu diria nossas atitudes. Nós sempre fomos uma equipa, mas cedo enquanto estávamos a tentar  descobrir nossa identidade como uma banda existiram alguns empurrões e puxar de lados diferentes. À medida que crescemos juntos como banda, existe uma camaradagem muito mais profunda entre nós. Estamos todos dispostos a ouvir e sermos pacientes com as nossas decisões.Eu acho que isso tem desempenhado um papel muito importante em nós continuarmos juntos durante todo este tempo como banda.

Hintf: O que influencia a vossa música e as letras?

Musicalmente temos muitas, todos nós temos influências muito diferentes. Falando de mim, eu tenho sido bastante influenciado por bandas como In Flames, Korn, Soilwork,Deftones e Coheed e Cambria. Eu poderia honestamente continuar e continuar. Liricamente eu escrevo sobre as lutas que eu atravesso. Prefiro letras metafóricas a letras diretas. Eu normalmente gosto que o ouvinte possa  encontrar o seu próprio significado nas letras. “Call to the Void” é um pouco diferente,tem algumas músicas que falam mais diretamente sobre o assunto em questão, como “Ashes for Air”. E também tem algumas músicas como “Rise of the Eidolon” que ainda estão nesse estilo metafórico.

Hintf: Consideram-se uma banda de metal melódico,porquê?

“Somos uma banda de metal”.na expectativa de que vamos soar como Pantera, ou Lamb of God. Não quer dizer que não são melódicas muitas vezes, mas queríamos dar uma descrição mais realista ao falar sobre a nossa música. Nós estivemos sempre entre Metal, Metalcore e Melodic Death Metal, então eu acho que “Melodic Metal” nos descreve muito bem sem entrar em muitos sub-géneros.

Hintf: Um novo álbum está aí a chegar, chamado “Call to the void”, podem-nos dizer mais sobre isso?

Este é o primeiro álbum que escrevemos desde 2010, e depois de um pequeno hiato de 2013-2016, nós não podiamos estar mais felizes com as musicas e com o que somos como banda. Call to the Void é uma viagem através da experiência humana. Fala de temas de saúde mental, ansiedade,depressão, confiança, medo e todas as coisas que todos nós experimentamos. Todas essas coisas que parecem tabus para falar abertamente, nós queríamos abraçar essas coisas e escrever algo que tenha um sentimento frio, negro e sombrio. Nós esperamos que ouçam e desfrutem, e também esperamos que, alguém que esteja a passar por algumas dessas coisas,queremos que eles saibam que não estão sozinhos nessas lutas, que há outros que estão passar pelo mesmo.

Hintf: Como acham que será recebido pelos vossos fãs e pelos media?

Eu sei que nossos fãs vão adorar, são os Society’s Plague por excelência, com todas as coisas que se concretizaram para nós em primeiro lugar. No que diz respeito aos media, não tenho a  certeza.São apenas pessoas como nós, ouvem música e dão as suas impressões. Assim como como os fãs, espero que alguns o amem e outros o odeiem. É tudo sobre o que cada ouvinte único gosta.

Hintf: Pode nos contar mais sobre a cena musical em Lexington, KY?

Lexington é um lugar interessante. Tem havido alguns grandes acontecimentos para sair daqui, apesar de não haver um grande movimento de música pesada.Mas isso tem vindo a  mudar. Alguns locais novos abriram e começaram a contratar mais bandas pesadas, dando mais oportunidades para as pessoas extremamente talentosas de poderem obter alguma exposição. Espero ver Lexington tornar-se um local fértil para novas e interessantes bandas pesadas. Isso seria incrível.

Hintf: Quais são os vossos planos para o futuro?

Esperamos voltar à estrada e começar a mostrar o nosso novo álbum. Nós também queremos continuar  a trabalhar na música e a divulgar o nosso nome. Nós realmente não podemos esperar para compartilhar o que temos feito.

Hintf: Imaginem que vocês estão a gravar um novo álbum, e podem escolher qualquer um para ser vosso convidado especial , quem seria?

Essa é uma boa pergunta, nós provavelmente teríamos escolhido o Bjorn dos Soilwork, mas vocês já sabem que ele realmente fez vozes como convidado neste álbum, e que estamos super animados com isso. Então agora eu acho que teria que dizer que seria muito bom conseguir o Anders de In Flames

Hintf: Por favor, definam  os Society’s Plague em apenas uma palavra …

Burritos

Hintf: O que vocês sabem sobre Portugal?

Tenho certeza que vocês têm a ponte mais longa da Europa, certo? Eu gostaria de conduzir nela um dia.

Hintf: Gostariam de deixar algumas palavras para os vossos fãs em Portugal?

Muito obrigada por dedicar um pouco do vosso tempo, e esperamos um dia poder estar na vossa área para estar  junto com vocês!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*