Crematory

Banda: Crematory

Titulo: “Oblivion”

Editora: Steamhammer

Data de Lançamento: 13.Abril.2018

27 anos de carreira, 13 álbuns de originais e muitas e variadas outras edições após, o coletivo alemão Crematory está de volta e chegam desta feita com uma nova cartada na manga, para gáudio dos seus seguidores de sempre.

“Oblivion” é o seu mais recente trabalho, o 14º álbum de originais que lançado com o selo da editora Steamhammer na supersticiante 6ª feira 13 de Abril, pontua no céu de estrelinhas musicais como uma nova e brilhante luz no já longo caminho destes praticantes de metal gótico melódico.

“Oblivion” não será um álbum a cair no esquecimento, muito pelo contrário, das 13 faixas inclusas que se escutam em ritmados 53 minutos, todas elas falam ou neste caso sonorizam a carreira solidamente construída, percorrendo a estrada do metal gótico que se cruza e expande a novos horizontes de melodias mais arrastadas, sem pressas ou limites de tempo e acelerando por vias do industrial, enchendo-se de fôlego e novo ímpeto musical numa direção com tendências estagnantes.

Áparte a construção melódica deste álbum que se faz de camadas densas de emoções pessoais que reverberam pelos acordes fervilhantes das guitarras ou de uma linha de baixo grave mas serena, pontuam as cambiantes vocais, numa maturação vocal entre voz limpa e sussurrante e imperativos growls que despoletam a sensação de segurança e conforto com o que já conhecemos de trabalhos prévios.

Se em ‘Ghost of the Past’ temos a catarse inicial da descolagem de experiências passadas, musicada de forma vigorosa, enérgica e contemporaneamente industrial, temos em ‘Stay With Me’ a doce balada que reconforta e comporta a vertente melódica com a assinatura bem vincada de Crematory de anos de 1997/1999 (Act Seven / Awake).

Há magia neste disco, há um voltar às origens habilmente reinventado, com novos elementos fundindo a agressividade dos riffs industriais com samplers atmosféricos e que cadenciam ambiências dinâmicas e bons hits de radio e pistas alternativas.

Para quem gostar de várias opções físicas há ainda disponível a edição em duplo vinil com CD. Um excelente registo para este primeiro semestre de 2018 e a possibilidade de voltarmos a ter Crematory pujantes num palco perto de nós.

Pontuação:  8,7/10

Por: Paula Antunes

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*