Florian Grey

Entrevista: Florian Grey

Por: Miguel Ribeiro

Hintf: Muito obrigado pela entrevista, podem por favor dizer-nos como e quando tudo começou?

Florian: Claro, vocês são muito bem vindos.

Tudo começou em 2012 depois de eu ter cantado  numa banda por cerca de oito anos e feito alguns projetos e trabalhado para outros artistas e estúdios. Eu fiz as primeiras tours acústicas e comecei a trabalhar em “Gone”, que foi planeado como um EP acústico e acabou crescendo e ficado um álbum completo. Então mudei-me para Berlim, assinei com a editora e continuei a fazer actuações ao vivo e tours. Primeiro com músicos de sessão ou amigos, mais tarde com os músicos atuais. Von Marengo e Simon juntaram-se a mim e  demo-nos muito bem ,até nos tornamos bons amigos. Então foi o primeiro pensamento que tive sobre membros permanentes e com a entrada de Yannik, no início de 2017, ficamos com uma ótima formação, a banda que somos hoje.

Von Marengo: No começo era o projeto solo de Florian e tocavamos para ele. Com o novo disco nós nos sentamos  e decidimos fazer  uma banda ou como ele disse, uma coisa híbrida porque crescemos juntos mais e mais. Não havia dúvida em manter o nome porque as pessoas já conheciam Florian.

Hintf: Porquê o nome Florian Grey?

Florian: Na verdade, foi a minha mãe que me deu esse apelido há mais de uma década por causa de um livro que ela adora ,de Oscar Wilde. E o facto engraçado é que nos anos oitenta ela costumava ir a uma discoteca, em homenagem a Dorian Gray em Frankfurt, Alemanha.

Von Marengo: Eu penso que é um bom jogo de palavras  e se encaixa totalmente na música e  podemo- nos identificar com ele.

Hintf: Como acham que a mídia e os fãs reagirão  ao  novo álbum “Ritus”?

Von Marengo: Espero que fiquem positivamente chocados porque é mais direto e rápido que o anterior . Até as letras de Florian são mais diretas e sobre a vida em geral. Espero que essas histórias contadas no álbum ajudem algumas pessoas a lidarem com certos acontecimentos em suas próprias vidas e a agarrem com as duas mãos. Como o que experimentamos ao fazer isso.

Florian: Estou muito animado. É como Von Marengo disse, nós esperamos que eles gostem de RITUS tanto quanto nós e queiram cantar alto ou até chorar. Eu acho que quando algo vem do coração, as pessoas podem sentir e ver isso. Está escrito de um amante da música para outro amante da música.

Hintf: Podem- nos contar mais sobre o  novo álbum? Um conceito especial?

Florian: Este álbum mostra um rosto diferente, mais rock , sem qualquer conceito específico, mas uma mensagem. Todas as músicas são pequenos rituais. Ou  podem se tornar rituais ouvindo-as repetidamente. Tem alguns sons dos 80’s , mas com uma linha de rock, alternativa, metal e até pop.

Enquanto escrevia as letras, fiz muita pesquisa , com diferentes influências, autobiográficas ou recontando histórias através dos meus próprios olhos.

É muito próximo da vida com todas as suas facetas e sentimentos.

Von Marengo: Também é muito orgânico e mantém a vibração do começo ao fim. As músicas foram escritas na guitarra por isso tem menos piano do que o anterior.

Hintf: Porquê dark rock / pop sinfónico?

Florian: porque não? 🙂 É assim que sai. Eu não sou uma pessoa que poderia escrever músicas pop fáceis ou de verão. Há sempre  um lado mais sombrio na minha escrita. Sempre um pouco de drama  agridoce, pois tudo tem dois lados. Quando eu começo a escrever, não paro onde quer que me leve.

Von Marengo: Não é fácil dar à própria música  um género específico. Nosso resultado da escrita é principalmente melódico e emocional. Um processo natural.

Hintf: Quem e o que influencia a vossa música e letras?

Florian: Como dissemos, é a vida e música em geral. Eu me aborreceria para sempre  a cantar e escrever sobre um único aspecto. Há muitos sentimentos e experiências por aí a serem testemunhadas ou vivenciadas.

Adoro brincar com imagens históricas ou com histórias nas letras, para dar-lhes um significado mais profundo ou uma leitura nas entrelinhas. Eu também gosto quando ouço músicas de outros artistas e penso que chego, de longe ou perto, à ideia por trás deles.

Von Marengo: Então  começas a sentir essas músicas conectadas a ti e elas ficam no teu coração.

Hintf: Qual a vossa opinião sobre a cena musical no vosso país?

Florian: Eu realmente não sei o que posso dizer. Às vezes eu não sinto uma conexão muito próxima com alguns gêneros, mas eu respeito e gosto de todo o artista que escreve de coração e alma. Esses artistas devem ter  mais oportunidades e apoio para a sua música. No final, é isso que todos nós queremos fazer e isso é música.

Hintf: Quais são os vossos sonhos e desejos?

Von Marengo: O sonho é fazer música , é para isso que fomos feitos.

Florian: Um dos meus maiores sonhos se tornou realidade quando eu comprei uma espada de aço verdadeiro do  He-man.  lembram-se da série de desenhos animados dos anos oitenta? Eu sonhei com isso desde que eu era criança. Hoje em dia eu sou um completo nerd. 🙂

Mas sim, fazer música o quanto for possível e crescer mais e mais seria o maior sonho possível , já que é um negócio difícil hoje em dia.

Hintf: Qual a vossa opinião sobre Portugal?

Von Marengo: Eu visitei Portugal em 2004 e vocês têm gente boa e boa comida. É um país realmente selvagem e inspirador. Passei tempo no oeste com belas praias e falésias. Quando eu estava lá  senti-me  como o Colombo explorando.

Florian: Eu  trabalhei com uma cantora portuguesa  e gosto do som da língua. Ela  contou-me boas histórias sobre a sua vida em Portugal.

Na verdade, eu nunca estive lá, mas eu adoraria . Agora ao ouvir Von Marengo  fiquei com ciúmes de uma maneira positiva. 🙂

Hintf: Qualquer coisa que vocês gostariam de dizer que não foi perguntado?

Von Marengo: A terra é redonda ou plana? 😉

Florian: Haha, eu sabia que Von Marengo diria isso.

Sim,  para todos vocês, ouvintes de música em Portugal: Por favor, tornem possível para nós  ir tocar o nosso novo álbum a Portugal. Nós adoraríamos!

Pelo menos  Von Marengo não fica mais sozinho com as suas experiências no vosso maravilhoso país. 😉

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*