SuuM

Banda: SuuM

Titulo: “Buried Into The Grave”

Editora: Endless Winter

Data de Lançamento: 10.Março.2018

Mais um álbum de estreia de mais uma novíssima banda a engrossar as fileiras do metal mundial, e desta vez falaremos da criação do quarteto italiano SuuM, praticantes do bem-amado e sólido estilo, Doom Metal.

Ainda recentemente formados e apenas um ano volvido desde a sua formação, os SuuM de Lazio, em Roma, apresentam o seu estreante “Buried Into The Grave”, uma súmula musical de 7 faixas que se espraiam ao longo de apenas 34 minutos, mas note-se e fica o aviso, são uns minutos muito intensos que catapultam o melómano metaleiro mais cético para décadas douradas do boom do Doom de idos de 1970/80, altura em que os culposos Black Sabbath nos fizeram perceber que há sempre mais para além do Rock / Heavy metal dito ‘tradicional’.

Posto isto, é fácil perceber que estamos perante um registo puro, pejado de notas graves e ritmos que cambiam entre compassos arrastados ante a velocidade rítmica dos acordes extraídos de guitarras psicadélicas que se atenuam apenas com o leve toque da bateria que tem claras influências da escola de jazz, soltando umas vassourinhas cheias de blues e que engrandecem toda esta orquestração.

Não é fácil apontar um determinado tema destes sete, estão perfeitamente encadeados, fazendo quase destes 34 minutos uma só linha temporal que respira amiúde. De salientar a criatividade e originalidade conseguidas na interpretação vocal e que por vezes se faz a duas vozes (em ‘Last Sacrifice’, por exemplo).

O uso da distorção intencional com alguma reverberação ao longo do disco (em ‘Seeds Of Decay’ por exemplo…) confere uma certa epicidade ao disco, mascarando-o habilmente de novo velho, ou seja, como se extraído de uma cápsula do tempo e apenas agora revelado; revelação esta a cargo da editora russa Endless Winter no passado dia 10 de Março para o formato CD e da Hellas Records (da Indonésia) para o formato cassete/tape.

SuuM, uma banda a ter em conta de futuro, e “Buried Into The Grave”, um bom registo Doom a assinalar as edições internacionais para o ano de 2018.

Pontuação: 8,6/10

Por: Paula Antunes

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*