Swampig

Entrevista Swampig

Por: Lígia Ferreira

Hintf: Obrigada por responderem a esta entrevista! Podem- nos apresentar o projeto? Como tudo começou?

Ei! Swampig começou em agosto de 2017. Ninguém na banda conhecia todos os outros membros. Momma e Baby pig  conheciam-se de projetos anteriores, assim como Gallu, Poppa e Big P. A ideia inicial era capturar o lado selvagem e energia rn’r misturada com arranjos vocais apertados liderados pela vocalista, Momma Pig.

Hintf: Porquê o nome Swampig?

Pensem em sons de pântano como Swamp Rock, Soul, R & B e misturem com a resistência e a presença de um porco. Ai está! Além disso, é fácil lembrar, certo? hehehe

Hintf: Como  definiriam o vosso  som?

Rock n ‘Roll. Claro e simples! Sendo específico, eu diria algo entre os Hellacopters, os Bellrays, Aretha e os Detroit Cobras.  Rock n ‘Roll com a quantidade certa de R & B clássico, Soul e, na verdade, praticamente tudo que gostamos musicalmente. Nós não nos limitamos a nenhum estilo particular. Entre os seis cobrimos muito terreno no departamento de preferências musicais. Então, se encaixa na banda, quase qualquer música é bem vinda.

Hintf: Podemos esperar um álbum em breve?

Absolutamente! Setembro é a data em que nosso primeiro álbum será lançado, então fiquem atentos!

Hintf: Vocês têm dado muitos espectáculos ao vivo, como foi a experiência até agora?

Muito boa. Nós soamos ainda mais coesos do que pensamos inicialmente. A secção rítmica é um sonho, os três guitarristas fazem um espaço sonoro um para o outro em cada música, o que é algo que nos deixava preocupados, porque: ei! três guitarras, certo? Era como: Isso vai ser musicalmente bom, será que vamos conseguir fazer isso funcionar ou será um pesadelo sonoro em que não se percebe nada? Acho que encontramos o lugar certo para todos e cada um de nós. E acima de tudo, momma Pig sabe realmente cantar. Então, sim: como eu  disse, tem sido uma viagem até agora.

Hintf: O que se pode esperar das vossas  actuações ao vivo para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de vos ver?

Eu diria melodia, crueza, atitude e uma boa risada. Mas venham ver por si próprios!

Hintf: Têm algumas histórias interessantes / engraçadas para contar dos concertos?

No primeiro concerto, eu (Poppa Pig) quase magoei momma com o  microfone, porque eu estava a fazer um solo de pé  num degrau no palco e quando desci eu não percebi que ela estava  atrás de mim. Ela foi atingida na boca com o próprio microfone. por mim, escusado será dizer que  me senti péssimo, mas ela sempre ri quando alguém na banda a relembra do episódio. Então, da próxima vez, aqui está um lembrete amigável: Sai do meu caminho, momma! hehehe

Hintf: Quais são os planos para o futuro, as vossas expectativas?

Eu acho que 2018 e 2019 serão anos super ocupados para a banda. Vamos gravar o resto do álbum nos próximos meses e fazer mais alguns espectáculos de “aquecimento” na nossa cidade natal, Madrid, para entrar em forma para a tour do álbum a partir de setembro. A partir desse ponto até ao final de 2019,  podem esperar muitos concertos, mais videoclipes, o álbum, claro, e eu acho que um muito Swampigness!

Hintf: Podemos esperar-vos em Portugal algum dia?

Eu  espero que sim. Gallu Pig, um dos nossos guitarristas, tocou com outro projecto recentemente no Souto Rock Festival em Barcelos e disse-nos que  foi  espectacular! As pessoas eram super porreiras. O local realmente bom (e estava lotado), então sim, contem connosco para tocar no vosso belo país.

Hintf: Se  pudessem escolher alguém vivo ou morto para se juntar a vocês no palco, quem seria?

Para mim (Poppa Pig) seria Rancid, Tom Petty, Aretha Franklin, Otis Redding, Joan Jett e os Stray Cats.

Hintf: Querem deixar uma mensagem para os vossos fãs portugueses?

Como Siniestro Total, uma banda espanhola disse: menos mas mal que nos queda Portugal!

Muito obrigado!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*