Blockheads

Entrevista Blockheads

Por: Lígia Ferreira

Hintf: Obrigada por responderem a esta entrevista! Podem-nos apresentar o projeto , como tudo começou?

Obrigado por nos entrevistarem! Somos uma banda de rock alemã formada e baseada na Baviera. Tudo começou em maio de 2008, quando “Wolle” (vocalista) da banda “No Recovery” fez algumas gravações com “Paddy” (Vocalista). Paddy estava lá para algumas gravações de teste para outra banda. Wolle nunca admitiria isso, mas ficou um pouco impressionado. A sua banda também não tinha um vocalista, então ele perguntou a Paddy se ele estava interessado em tocar algumas músicas juntos. Foi uma espécie de história de romance criminal, enquanto ele atraía Paddy para longe da outra banda para Blockheads. Foi quando a banda começou com a sua formação original de Bateria, Baixo, Guitarra e Voz. Depois de mais um ano, “Charlie” (guitarrista) encontrou o seu caminho para a banda, assim como “Kiese” (teclas), que pode ser o único músico de verdade na banda.

Hintf: Porquê o nome Blockheads?

Como o nome da banda é o que mais fica na mente das pessoas, não é uma decisão simples de tomar. Com querem ser chamados o resto da vida? É por isso que começamos a escrever todas as ideias que tivemos ao longo de duas semanas. Depois disso, “Blockheads” e “Gokarts Mozart”, estavam a desafiar-nos como primeira escolha . O nosso cantor teve uma ideia para um logo de Blockheads, então decidimos ficar com ele. Além disso, ninguém está à espera de um certo tipo de música com esse nome. Isso  dá algum tipo de liberdade.

Hintf: Como definiriam o vosso som?

Para ser sincero: é  hard rock. As bandas tendem a “super-analisar”  o seu som e são super criativas ao inventar novos géneros. Estamos a tentar misturar um pouco de rock antigo como  AC / DC ou  Guns ‘n Roses com bandas modernas como Linkin Park e Papa Roach. Mas o resultado é “esperançosamente” apenas um bom rock.

Hintf: Podemos esperar um álbum em breve?

Boa piada! Nós gostaríamos de dizer que estamos a trabalhar em algo e há grandes coisas em andamento. A verdade é: quando a banda começou, todos os membros ainda estavam na escola ou universidade. E agora estão presos nos seus trabalhos diários e alguns deles ficam fora semanas. Agora é ainda mais difícil  vermo-nos. Nós tentamos fazer um ensaio uma vez por semana. Muitas vezes é uma vez em duas semanas ou, no pior dos casos, uma vez por mês. O próximo grande desafio é criar um projeto com o qual todos estejam satisfeitos e dispostos a colocar toda a sua paixão nele. Isso também significa muitas discussões  sobre partes de músicas. Nós não somos a banda mais criativa com um plano para cada música, então temos que escrever várias partes diferentes para ver o que funciona melhor e qual é a base da banda. Isso resulta em muitas demos e consome muito tempo. Fazemos o nosso melhor para levar boa música aos nossos fãs o mais rápido possível, mas com a composição, gravação, mixagem e produção de vídeos de música, temos uma média de uma música por ano. Então talvez em 2022 nós tenhamos um álbum completo de doze músicas! : D

Hintf: Vocês têm feito muitos concertos acústicos, como foi a experiência até agora?

Foi ótima! É mais íntimo e pessoal que os concertos de rock normais. Além disso,  podemos colocar um pouco mais de emoção, porque  podemos tocar muito mais expressivamente.

Hintf: O que se pode esperar das vossas apresentações ao vivo para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de vos ver?

Essa é difícil. Toda a banda quer dar ao público o melhor concerto possível. Estamos a tentar trazer o som de estúdio para o palco. Também não estamos apenas a tocar música por música, mas estamos a conversar com o público,  a obter uma conexão e deixá-los passar um bom bocado. Se  não conhecem as letras não há problema! Têm duas mãos que podem produzir muito som! Vocês podem gritar e dançar. Além das nossas músicas,tocamos alguns clássicos de Linkin Park, Papa Roach, Saliva e assim por diante. Não há como vocês não cantarem  pelo menos uma música do set!

Hintf: Vocês têm algumas histórias interessantes / engraçadas para contar dos concertos?

Todo o concerto é especial, e sempre há uma história engraçada para contar. Uma vez, uma rapariga escreveu o seu número num bilhete e deu-nos  depois do concerto. Ela não deu para alguém em particular. Mas não havia nenhum nome, então não sabíamos para quem era … ou era para todos , tipo “eu não quero saber, gosto de vocês só por estarem nos Blockheads”? No final, o número foi deixado sem resposta. Então, para todas as raparigas que estão por aí em Portugal: se  quiserem que algum de nós responda, deixem um nome;)

Hintf: Quais são os planos para o futuro, as vossas expectativas?

Começamos a tocar mais ao vivo desde o ano passado. Tivemos a oportunidade de tocar num grande festival com 20000 pessoas na Alemanha e, este ano, visitaremos um na República Checa. É muito interessante tocar para pessoas desconhecidas e dar-lhes a oportunidade de se divertirem com boa música. Esperamos tocar em mais festivais grandes. Não apenas na Alemanha.

Hintf: Podemos esperar-vos em Portugal algum dia?

Nada planeado até agora, mas gostaríamos de tocar em Portugal!

Hintf: Se  pudessem escolher alguém vivo ou morto para se juntar a vocês no palco, quem seria?

Toda a gente na banda tem os seus próprios heróis. Nomear um específico seria muito difícil.

Hintf: Querem deixar uma mensagem para os  fãs portugueses?

Nós gostaríamos de ir a Portugal! Então continuem a ouvir a nossa música, e talvez um dia possamos ir! De qualquer forma, nós apreciamos muito o apoio de Portugal e esperamos que consigamos mais algumas músicas de Blockheads para vocês em breve.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*