Report Escrito: Disaffected Live @ Stairway Club, Cascais (31.Mar.2018)

Report: Revenge of the Fallen // Monolith Moon // Disaffected Live @ Stairway Club Cascais (31.Mar.2018)

A noite estava fria, mas nem por isso demoveu a vontade de ir ver a estreia dos Revenge Of The Fallen acompanhados pelos Monolith Moon e os Disaffected. Começaram perto da meia-noite pois o publico foi chegando suavemente. Quando tocaram os primeiros acordes, olhei em redor e a sala estava cheia.

Boa estreia! O som foi espectacular, um misto de Heavy Metal com uma fatia de Metal Core. A banda de Metal de Cascais foi fundada em 2016 pelos guitarristas Tiago Espadinha e Fábio Gil. É composta por Cláudio Santos (voz), Tiago Espadinha (guitarra), Fábio Gil (Guitarra), Martín Gaspar (baixo) e Carlos Araújo (bateria). Guitarras bem trabalhadas, a voz clean e grunhida do Cláudio compôs bem as melodias. Um pouco nervoso, talvez por ser a estreia, mas à medida que decorria a apresentação foi descontraindo.

De seguida foi a apresentação dos Monolith Moon. A banda de Progressive Metal começou a dar os primeiros passos em 2009 e é composta por Sara Freitas (voz), Diogo Ferreira (Guitarra), Diogo Luis (Guitarra), David Mergulho (Baixo) e Daniel Costa (bateria). Esta banda tem muitas influências de jazz e notou-se na sua apresentação. Muito instrumental e muito bem trabalhado com uma sonoridade de natureza experimental e “pseudo-clássica” e de longa duração. Penso que a voz estava um pouco baixa para o instrumental mas deu para perceber a bela voz da Sara que consegue transportar uma forte energia e magia nas melodias.

A sala começou a perder folgo, estava mais vazia, talvez por os intervalos entre cada banda terem sido um pouco mais demorados, mas isso não desanimou os Disaffected. Banda de Progressive Death Metal iniciada em 1991 agora composta por Bruno Vicente (guitarra), António Gião (baixo), Filipa Alçada (teclas), Manuel Teles (bateria) e Octávio Custódio (voz). Voz bem conseguida do Óctavio entre voz rasgada e grunhidos, voz clean e guitarras bem trabalhadas com baixa afinação e distorcidas. A bateria era bem agressiva e potente com uso de pedal duplo. Ritmo extremamente rápido e mudanças abruptas de tempo.

Foi uma noite bem apetecível com estas três bandas de diferentes estilos. Uma estreia fenomenal para os Revenge Of The Fallen, que para mim foram a surpresa da noite, sem querer desvalorizar as outras bandas, mas porque está mais dentro do meu subgénero musical.

Por: Maria João Tavares (Hintf Webzine)

Thanks: Stairway Club

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*