Lowburn

Banda: Lowburn

Titulo: Sleeping Giant

Editora: Argonauta Records

Data de Lançamento: 01.Fevereiro.2018

Lowburn é uma banda de Stoner Rock com influências de Doom e Psychedelic. Da Filandia –  Lappeenranta, foi fundada a 1 de Fevereiro de 2012 e é composta por Henkka Vahvanen (bateria),  Miika Kokkola (baixo),  Tomi Mykkänen (guitarra e vocais) e Tommi Lintunen (guitarra – substituiu Tommi Lintunen no início de 2015), têm influências de Kyuss, Acid King, Black Sabbath, MC5, Blue Cheer, Monster Magnet, Sleep, Cathedral. Muitos anos a fazer música, álbuns, tours e concertos pelo mundo abriram o caminho para os Lowburn. O caminho foi conquistado em bandas como Battlelore, Evemaster, Elephant Bell, Khert-Neter.

“Mostrando a devoção a bandas como Black Sabbath, Blue Cheer, ZZ Top, Kyuss, Acid King, Sleep, Monster Magnet e Cathedral, os Lowburn estão a fazer o Rock como deveria ser feito!”

Depois de um par de EPs, os Lowburn acabaram de lançar um álbum com 4 faixas apenas, “Sleeping Giant”, através da editora Argonauta Records a 1 Fevereiro de 2018. Um álbum com uma enorme energia de fuzzy groove!

Estas 4 faixas foram gravadas durante as sessões “Doomsayer”, mas foram decididas não entrar nesse álbum. “All Life Long” foi lançado como um digi-single e em vídeo, “The Power It Holds” foi originalmente lançado no EP “Soaring High” e aqui, neste álbum, ambos foram rearranjados. “Sleeping Giant” é uma aglomeração e “Lost Control” mostra o passado…

São 4 faixas distintas entre elas. O “Sleeping Giant” dos Lowburn é um EP no verdadeiro sentido da forma. É uma amostra formidável dentro da esfera do heavy rock.

Esta formação dos Lowburn encontra o seu nicho em ambos os lados da linha divisória entre o heavy rock e o metal mais agressivo, e onde uma música como “Do Mi Ti” (do álbum ”Doomsayer”) tinha no seu elemento de melodia um estilo grunge, a melancolia mais próxima neste novo álbum, “Lost Control”, parece ter crescido melodicamente para fora dessa esfera.

Mas o que distingue realmente “Sleeping Giant” de “Doomsayer” está na eficiência do trabalho da banda e na execução do material. Eles parecem ainda mais seguros. Sabem o tipo de banda que querem ser, como querem lá chegar e para onde estão a ir em termos de som.

No álbum “Sleeping Giant”, eles começam pelo início. “All Life Long” dá ao “Sleeping Giant” uma entrada energética, a partir da bateria e através do riffing, acelerado, que impulsiona a música durante uns quatro minutos até à entrega corpulenta de Mykkänen, abrandando apenas para recuperar a respiração a meio e depois retomar a aceleração no final. Voz melódica e possante movida por riffs marcantes e clima de anos 70. São riffs frenéticos e fora de controlo que dão à banda um toque pessoal. “The Power it Holds” possui riffs marcantes, andamentos em tempo médio, grande solo bem marcado. Têm um grande volume de riffs característico neste este género que continua a ser uma releitura continuada do Hard Rock lento e pesado dos anos 70. A última faixa, “Lost Control”, é uma faixa mais lenta bem ao estilo Grunge/Stoner.

Bom álbum, a fazer sair da toca alguns fãs de Motorhead, Soundgarden e Ledd Zepplin. É um Stoner Rock mais actual dentro da esfera do metal.

 Pontuação: 8,9/10

Por: Maria João Tavares

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*